Suzana Pires

ATRIZ E AUTORA

1- ATRIZ
TELEVISÃO.
2014- interpretou a simbólica personagem de Érico Veríssimo, Ana Terra na micro-série O TEMPO E O VENTO,  direção geral de Jayme Monjardim.
2013 – interpretou as personagens Safira e Aurora na novela de Walther Negrão FLOR DO CARIBE, sob a direção geral de Jayme Monjardim.
2012- interpretou a icônica personagem de Jorge Amado, Glorinha, da novela GABRIELA, adaptação: Walcyr Carrasco, direção: Mauro Mendonça Filho.
2011-  interpretou as gêmeas Marcela e Joana Coutinho na novela FINA ESTAMPA de Aguinaldo Silva, sob a direção geral de Wolf Maya.
2010- foi atriz convidada de um episódio do seriado FORÇA TAREFA, de Fernando Bonassi, direção geral de José Alvarenga Jr,
2010/11- interpretou a batalhadora Janaína na novela de Walther Negrão ARAGUAIA sob a direção geral de Marcos Shechtmann.
2009- interpretou a baiana Ivonete, que imortalizou o bordão “Não me absorva!” na novela de Walcyr Carrasco CARAS E BOCAS sob a direção geral de Jorge Fernando.

TEATRO.
Suzana tem uma sólida carreira, tendo trabalhado com renomados diretores como: Cininha de Paula, Gilberto Gawronski, Rafael Ponzi.; Regiana Antoninni, Eduardo Wotzik, Claudio Torres Gonzaga, Felipe Camargo, Guida Vianna, Camilla Amado e João Brandão e grandes autores como Federico Garcia Lorca, Caio Fernando Abreu, Harold Pinter. Foi apresentando o monólogo de humor DE PERTO, ELA NÃO É NORMAL!, onde assina texto e interpretação e sendo dirigida por Flavio Rocha, que a artista obteve completo êxito de crítica e público, estando desde 2006 apresentando-se com imenso sucesso.

CINEMA.
2015- interpretou Lucia, uma das protagonistas da comédia de Marcelo Saback LOUCAS PRÁ CASAR, sob a direção de Roberto Santucci.
2014- interpretou a protagonista Sonia do premiado longa-metragem CASA GRANDE, de Felipe Gamarano Barbosa.
2014- está no documentário PRÁ SEMPRE TEU, CAIO FERNANDO ABREU. de Candé Salles.
2013- interpretou a sofrida Teresa no filme A GRANDE VITÓRIA, de Stefano Capuzzi Lapietra, co-produzido por Fernando Meirelles.
2007- interpretou a psiquiatra da polícia militar no longa-metragem TROPA DE ELITE de José Padilha.
2006- interpretou a Luma, centro do triângulo amoroso no curta-metragem BEIJO DE SAL de Felipe Gamarano Barbosa.
2005-  atuou no longa-metragem mexicano O COBRADOR de Paul Leduc, produzido por Agustín Almodóvar.
2004- atuou no filme POLARÓIDES URBANAS de Miguel Falabella.
2003- atuou no longa-metragem MULHERES DO BRASIL de Malu de Martino.

RECONHECIMENTOS/ INDICAÇÕES / PREMIAÇÕES.
2014- Indicada ao Prêmio de Melhor Atriz no Festival Internacional de cinema do Rio de Janeiro pela Sonia do filme CASA GRANDE.
2014- Festival de Toulouse – A revista francesa Le Positif deu destaque ao trabalho da atriz no filme CASA GRANDE: “Suzana Pires não cai no clichê e mostra um trabalho bem estruturado.”
2014- Melhor Atriz – Los Angeles Brazilian Film Festival –
filme: A GRANDE VITÓRIA.
2008-única atriz brasileira a participar do SUNDANCE DIRECTORS LAB, programa de apoio a artistas independentes coordenado por Robert Redford.

EVENTOS – apresenta eventos de grande porte, entre eles: Festa Junina do Cerrado, em Brasília (250 mil pessoas), Festival das Águas de Brasília (público de 40mil pessoas), Aniversário da TV Belém do Pará (15mil pessoas), Reveillon de Belo Horizonte (200 mil pessoas), Celebração da TV Globo Internacional em Miami e New York.

CURSOS/ ATRIZ – O Tablado, Camila Amado, Eduardo Milewicz, Fatima Toledo, Marcio Libar e Theatre du Soleil.

2- AUTORA
TELEVISÃO
2014- assina com Walther Negrão a autoria da mini-série DAMA DA NOITE .
2013- co-autora da novela FLOR DO CARIBE, de Walther Negrão.
2012- grupo de criação de novos formatos da Rede Globo.
2011/10- co-autora do humorístico OS CARAS DE PAU.
2009-07 – assinou o roteiro do seriado AS PEGADORAS , dirigido por Candé Salles. (Conspiração Filmes)
2006/07- integrou a equipe de criação de programas de TV da Conspiração Filmes.

TEATRO:
2014- ELES SÃO OS CARAS. (comédia em pré-produção)
2012 – MANUAL DE NOCÃO.
2009- ALGUÉM PARA CHAMAR DE SEU. (em cartaz durante 2009 e 2010)
2007- DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO. (juvenil. em cartaz no RJ em 2007)
2006- DE PERTO, ELA NÃO É NORMAL.
2005- QUE MUNDO É ESSE?
2000- ASSIM FALOU ZARATUSTRA, de F. Nietszche – adaptação do prólogo para o teatro.
1998- O BANQUETE, de Platão – adaptação para o teatro

WEB/CELULAR: autora do seriado TIA SUELLY EM COPACABANA que em 2008 foi veiculado nos celulares 3G da operadora CLARO. E também da adaptação do programa AS PEGADORAS para a mídia celular da operadora OI.

REVISTA: coluna de crônicas MULHER É BARRA da revista CHOICE. (2009)

FORMAÇÃO / AUTORA :Graduação: Filosofia  e Pós Graduação:Arte e Filosofia (PUC RJ). CURSOS: Guilhermo Arriaga (México), Jhon Truby (eua), Robert Mackee (eua) e José Carvalho (Brasil/Rede Globo).

RJ, setembro de 2014.
Suzana Pires.