Quer ser um Dublador profissional e não sabe por onde começar?
A BRAAPA te dá algumas dicas.

Lembrando que para se tornar um Dublador, você precisa primeiro se profissionalizar fazendo um curso de ator com encaminhamento ao Registro Profissional (DRT).

1- Leia em voz alta.
Ter uma boa capacidade de leitura é essencial para dubladores, então se você não tem o hábito de ler, comece a praticar sua leitura seja livros, revistas ou artigos de jornais e passe a ler em voz alta por pelo menos 30 minutos a cada dia para ficar. Pronuncie bem as palavras e trabalhe na entonação. Tente mudar o som da voz aos poucos para dificultar a tarefa.
O ideal é ler materiais diferentes para melhorar sua voz, começando com algo simples (como O Pequeno Príncipe). Parte do trabalho dos dubladores é dar vida às palavras.

2 – Grave sua voz enquanto lê monólogos ou roteiros.
Grave sua leitura em voz alta e depois ouça o áudio para ter noção do seu tom. Aproveite para fazer anotações pessoais sobre aspectos que precisam melhorar. Você pode ficar surpreso com o resultado! Atente-se a essas alterações para conseguir se expressar bem com um microfone e obter uma melhor performance.
3- Use o diafragma. 
Quando ouvir sua própria voz, perceba se produziu som por meio do nariz, da boca, do peito ou do diafragma. Sua voz muda dependendo de cada local de saída. Se falar por meio do nariz, o som produzido pode ser desagradável e irritante; pela boca, vai soar calmo demais; pelo peito, vai produzir sons agradáveis; mas pelo diafragma, terá sons potentes e claros. 
Se você acha que não é possível falar pelo diafragma, atente-se a estas dicas de como praticar: respire fundo e fique de olho na barriga, que sobe e desce. Sorria, boceje e produza outros ruídos com o músculo. Quando se acostumar, só vai ter de aprender a manter o padrão. 
4- Pratique exercícios vocais. 
Veja alguns exercícios que você pode praticar: tente zumbir ou cantarolar uma escala enquanto assopra em um canudo para controlar o fluxo do oxigênio; deite-se no chão, inspire e expire fundo, produzindo um “shh” enquanto libera o ar; repare na postura e procure sentar com os ombros jogados para trás, pois pode fazer bastante diferença na voz. Você pode até aproveitar para dar boas risadas praticando a articulação com trava-línguas, como “Três pratos de trigo para três tigres tristes”.
 

5- Imite as vozes de pessoas famosas ou personagens da ficção.

Você não precisa ser imitador profissional para ser dublador, mas é bom conseguir mudar o som que produz para ser um profissional mais versátil e habilidoso. Tente imitar não só a voz, mas também a personalidade das pessoas para trazê-las à vida por completo, em vez de só em partes. Experimente celebridades e personagens conhecidos no meio artístico.

6- Improvise uma cena quando estiver interpretando uma personagem.

O improviso é uma habilidade importante na área da dublagem. Com ela, você vai poder incorporar uma personagem e imaginar como funciona a cabeça dele. Mergulhe na atuação e invente uma história engraçada para contar. Se precisar de ajuda, peça para que um amigo faça perguntas e dê respostas de acordo com o que o personagem faria.

7- Faça cursos de artes cênicas ou teatro. 

Os dubladores devem ter muito talento de atuação para que possam interpretar as falas dos personagens. Lembre-se de que, em certos pontos, dublar é mais difícil do que outros tipos de expressão, já que não há interação com outros profissionais e o público não pode ver seus gestos, expressões faciais ou movimentos. Você precisa investir e muito na sua voz, até porque esta é a única ferramenta de que o dublador dispõe para mostrar as emoções e personalidade. Matricule-se em um curso, oficina de artes cênicas ou teatro na escola e faça testes para as peças ou os espetáculos em produção.

Saiba mais sobre o nosso Curso de Iniciação à Dublagem.